Romero Jucá: conheça meu trabalho por Roraima

Boa Vista

Boa Vista é, sobretudo, uma cidade que encanta. Antes de mais nada, quem chega por aqui, se depara com uma cidade moderna e que oferece acima de tudo, qualidade de vida. A saúde, a educação, o esporte, a segurança, a mobilidade urbana e rural, a geração de renda, a moradia e o lazer são itens que melhoram a vida das pessoas. E portanto, na capital de Roraima tem tudo isso.

+ Guarda Municipal é exemplo de segurança

E, definitivamente, o presidente do MDB de Roraima, Romero Jucá, ajudou muito. Dessa forma, ele trouxe mais de R$ 1 bilhão em recursos para a melhoria da cidade. Um crescimento que aconteceu, sobretudo, na parceria com a ex-prefeita Teresa Surita.  Agora, o trabalho continua com o prefeito Arthur Henrique.

Boa Vista é mais saúde

Atualmente, a capital reúne 70% da população do Estado, estimada em mais de 400 mil pessoas. Estas, portanto, quando precisam de cuidados médicos, têm a disposição 34 UBS novinhas e o Hospital da Criança Santo Antônio, a única unidade referência em pediatria em Roraima e com a estrutura completa.

Apenas nas duas últimas gestões de Teresa, a Prefeitura reformou nesse sentido 20 Unidades e construiu mais sete. Igualmente,  o Hospital da Criança foi totalmente reformado.

 

Romero Jucá e Teresa Surita observam leitos no Hospital da Criança em Boa Vista

Hospital da Criança é referência no Estado

 

O jovem Felipe Castro mora no bairro Caimbé e é um dos que sentem a melhoria no atendimento. Quando ele precisa de cuidados, por exemplo, usa a Unidade de Saúde Olenka Macellaro, que fica perto da sua casa.

“A Unidade tem tudo o que a gente precisa. A gente se sente acolhido com o atendimento dos profissionais de saúde. Depois que passou por reforma, a Unidade ficou mais moderna e melhor”, disse.

 

Felipe Castro em rua de Boa Vista

O morador do Caimbé aprova o serviço de saúde

 

Boa Vista é Qualidade de Vida

Até a metade da década de 1990, quem chegava em Boa Vista de avião, via uma vala aberta na avenida Ene Garcez. Agora, no entanto, o que existe no local é a Praça Ayrton Senna, um cartão postal da capital.

O Complexo é, acima de tudo, o maior e mais completo espaço para a prática de atividades físicas em Roraima, além de ter a Selvinha Amazônica para a alegria das crianças. Aos pais que não estão com disposição para se exercitar, o que não falta são os quiosques. Definitivamente, a Praça faz parte da vida de quem mora na capital.

 

Crianças brincando em Selvinha Amazônica no Ayrton Senna

A Selvinha do Ayrton Senna é diversão garantida

“O Ayrton Senna está melhor ainda com as reformas que sempre recebe. Então, é um local que atravessa gerações e quero que ele continue sendo bem cuidado”, falou Suzana.

 

Suzana Santos com microfone na mão na Praça Ayrton Senna em Boa Vista

Praça Ayrton Senna é parte da vida de Suzana

 

Da mesma forma, quase 30 praças foram revitalizadas ou construídas do zero desde 2013.  Nesse sentindo, Boa Vista está entre as seis primeiras cidades do país em que as pessoas mais praticam atividades físicas.

Imagem de uma senhora fazendo um sinal de coração com as mãos no Ayrton Senna

Mais qualidade de vida

Boa Vista é Esporte

Nesse sentido, outra marca do incentivo à prática de esportes é a Vila Olímpica Roberto Marinho. Atualmente, a Vila tem espaço para o treinamento em vários esportes, além das escolinhas que formam os novos talentos. A Vila conta com o Ginásio Romerão, o Parque das Piscinas e a Pista de Atletismo. O atleta Deyvison Deluan, roraimense que já foi o terceiro mais rápido do Brasil, é cria da Vila desse espaço.

“A Vila tem tudo que é necessário para os treinos. Ou seja, é um centro de treinamento e formação completo”, disse o atleta

 

Deluan fala no microfone com pista de atletismo ao fundo

Deluan deu os primeiros passos na Vila

Mais infraestrutura e iluminação

Boa Vista tem tem uma boa estrutura. Contudo, o trabalho continua diariamente para acompanhar o crescimento da cidade. Mais de 550 ruas foram asfaltadas nos últimos anos e outras 285 serão atendidas até 2024.

Jucá agachado e olhando para rua sendo asfaltada em Boa Vista

O asfalto melhora as ruas de Boa Vista

O funcionário público Ovídio Augusto mora no bairro Jardim Tropical há quatro anos. Recentemente, a rua dele ganhou o asfalto. Porém, ele ainda lembra como era antes das obras.

Ovídio em selfie na rua que ele mora em Boa Vista. Via está asfaltada

Asfaltamento segue para atender toda a cidade

“Tinha muita lama. Agora, a maioria das ruas do bairro têm asfalto e boa estrutura. Então é uma mudança grande que valoriza os imóveis e traz mais qualidade de vida aos moradores”, falou o morador.

 

Imagem de antes e depois mostra rua alagada e depois totalmente asfaltada após a drenagem

A drenagem e o asfalto melhoram Boa Vista

Outra característica de Boa Vista é ser uma cidade plana, com a presença de lagos e igarapés. Dessa forma, em chuvas intensas, alguns pontos alagam. Para evitar o transtorno, a Prefeitura investe em drenagem da capital. Desde 2013, o Município monitora os pontos críticos na cidade e 92 já foram mapeados. Com esse serviço, mais de 50 foram eliminados.

Imagem aérea de Boa Vista mostra iluminação de LED

Iluminação de LED avança na capital

Além disso, Boa Vista é uma cidade bem iluminada, o que gera segurança para os pessoas. A meta é atender 100% dos bairros com a iluminação de LED.

Mobilidade e Cultura

Os moradores de Boa Vista têm conforto na hora de esperar o ônibus. Em toda a cidade, os abrigos temáticos contam com ar-condicionado. Igualmente, o Município conta com terminais modernos e com energia solar, como o Luiz Canuto, por exemplo. O espaço foi reformado e conforme a auxiliar de cozinha, Mara Neves, ficou muito melhor.

“O Terminal não era como é hoje. É amplo e adequado para nós. No final de semana eu tenho onde ficar sentada no ar frio e um lugar limpo”, disse a Mara.

 

Mara Neves sentada em terminal com o microfone na mão

Mara diz que gosta do friozinho ao esperar o ônibus chegar

 

Boa Vista tem um dos maiores e mais belos espaços para a representação cultural, o Teatro Municipal. Moderno e confortável, ele tem capacidade para receber até 1.100 pessoas. Logo, os protagonistas do espetáculo aprovam a estrutura”.

“Nós não tínhamos uma casa de eventos ou de espetáculos. As atividades aconteciam em outros lugares, como nas praças. Hoje, no entanto, temos um dos melhores teatros do Brasil e moderno”, falou o maestro Beany Cabrera.

Beany Cabrera com Microfone na mão

Maestro fala com orgulho do Teatro

Geração de Renda

O trabalho realizado por Jucá em Boa Vista também ajuda na geração de renda. Assim, o projeto de todos os espaços de lazer da cidade inclui a construção de quiosques que servem pequenos empreendedores.

Romero Jucá e artesão conversando

Espaços promovem a geração de empregos e renda

Desse modo, cerca de 1.600 pessoas trabalham em mais de 300 espaços instalados em praças, nos mercados, no terminal e outros lugares. Assim como nos centros comerciais do Caxambu e Waikiri, a Ceasa, o Abatedouro e o Mercado de São Francisco.

 

Imagem de pessoas comendo na praça de alimentação do Mercado de São Francisco, em Boa Vista

Mercado de São Francisco é parte da cultura de Boa Vista

E foi no Mercado Municipal que  a venezuelana Yeni Castilho conseguiu o primeiro emprego em Boa Vista. “Eu cheguei aqui em Boa Vista, procurava emprego e não achava nada. Graças a Deus no Mercado de São Francisco consegui um trabalho no restaurante. Assim, ajudo a família com o que ganho aqui”.

 

Boa Vista é nota 10 na Educação

Outra área que Boa Vista é referência é na educação infantil. Em 2017, 48 escolas municipais superaram a média do Ideb prevista pelo Ministério da Educação para o referido ano. O índice avalia a qualidade do ensino.

Romero Jucá e criança em sala de aula de Boa Vista

Educação é tratada com carinho em Boa Vista

Hoje, a Prefeitura atende a 44 mil alunos e a ampliação foi possível com o trabalho de construção, de reforma e de ampliação das unidades escolares. Nesse sentido, a capital conta com 124 unidades de ensino em perfeitas condições, entre urbanas, rurais e indígenas. Além disso, todo o trabalho segue os conceitos de acolhimento, algo que tornou Boa Vista a Capital da Primeira Infância. A cabeleireira Cleane Tabosa tem uma enteada na escola municipal e diz que tem a certeza que ela é bem cuidada.

Cleane Tabosa na rua de Boa Vista e com microfone

Cleane se sente tranquila com educação municipal

“Minha enteada tem cinco anos e estuda na escolinha da Prefeitura. Ela gosta muito. Eu deixo ela na escola e fico sem nenhuma preocupação. A prefeitura sempre se preocupou com ‘nós’ pais e alunos. Tenho cinco filhos que estudaram nas escolas do Governo. Eu deixava lá porque não tinha opção. No entanto, eu não tinha tranquilidade”, disse a cabeleireira.

Conheça mais do trabalho de Jucá por Boa Vista:

Conheça Boa Vista:

É uma capital moderna e aconchegante, bem como possui uma infraestrutura bem organizada com amplas áreas de lazer e convivência. Criada em 9 de julho de 1980, a cidade surgiu, inicialmente, de fazendas de gado instaladas na região. 

 

Seu traçado inicial foi planejado pelo engenheiro civil Darcy Aleixo Derenusson e inspirado, portanto, na cidade de Paris. Hoje, a capital tem 57 bairros e abriga cerca de 70% da população total do Estado, estimada em 400 mil habitantes.

 

Boa Vista passou por grandes transformações nos últimos anos, e Jucá do mesmo modo ajudou com a maioria dessas obras. Entre os anos de 2002 e 2019, ele garantiu mais de R$ 1.203.252.726,44, aplicado em na construção de novas Unidades de Saúde, escolas bem como obras de drenagem, asfalto, iluminação e muitas outras ações por todos os bairros da cidade.

 

No entanto, é o poder municipal o grande responsável pelas ações municipais. Conheça esse trabalho:

Trabalho por Boa Vista