Os 10 anos da Lei Maria da Penha devem ser comemorados reforçando as ações em defesa da mulher e proteção contra a violência. Respeito e dignidade para todas.

Cumprimos a promessa e aprovamos o PLC 38 que iguala a remuneração de bombeiros e militares do ex-território de RR com o Governo do DF. Uma grande conquista

Tv Rádio Jornais
Pronunciamentos Matérias Relatadas Projetos Currículo
Notícia
Aumentar tamanho fonte Diminuir tamanho da fonte
22/02/2018

Presidente anuncia soluções para o Estado de Roraima

Foto: Benicio Junior
Presidente anuncia soluções para o Estado de Roraima

A crise migratória que afeta Roraima entrou na pauta de discussão oficial do Governo Federal. Nesta segunda-feira (12), atendendo a um convite do senador Romero Jucá (MDB), o presidente Michel Temer realizou uma reunião no Estado, para discutir a grave questão.

 

O discurso central foi a busca por apoio para conter a imigração de venezuelanos que sobrecarrega a estrutura de serviços públicos do Estado e principalmente, do município de Pacaraima.

 

O encontro teve participação da bancada federal e de autoridades locais, incluindo os prefeitos de Pacaraima, Juliano Torquato; de Boa Vista, Teresa Surita; de Caroebe, Argilson Ribeiro e de Rorainópolis, Leandro Pereira.

 

Em sua contribuição, o senador Romero Jucá ampliou o debate, apresentando demandas como a construção da estrada de Georgetown, a retirada das correntes do Jundiá, a interligação com o Linhão de Tucuruí e a retirada da sede de Pacaraima da área da Reserva Indígena Raposa Serra do Sol.

 

“É uma reunião muito importante, com o presidente da República e seus ministros, com toda a base política do Estado exatamente, para apontar soluções e tomar decisões. O Governo Federal vem implantar aqui uma estrutura e vai fazer as ações diretamente. Os recursos não faltarão e portanto, nós estamos acreditando que não só a questão da Venezuela e da população de Roraima vai ser resolvida, mas também as questões estruturais como o Linhão de Tucuruí, a retirada da corrente da BR-174 e a solução da sede de Pacaraima que hoje, está em área indígena”, afirmou o senador.

 

O presidente Michel Temer, recebeu todas as contribuições dos participantes e confirmou o compromisso em atender as necessidade do Estado. “Depois de ouvir a todos, quero registrar que eu não descansarei enquanto não resolver os problemas de Roraima. As questões aqui colocadas, eu já conheço todas. Mas, existem demandas de via judicial que às vezes, inviabilizam decisões que o Governo Federal poderia tomar. Nós vamos levar esse assunto pelo Ministério da Justiça, da Defesa e da Advocacia Geral da União para encontrar uma solução definitiva para o Linhão e para essa corrente, que não faz, a essa altura, o menor sentido e isola o Estado de Roraima, sob o ângulo da energia e até sob o ângulo físico”, afirmou o presidente.

 

Enfrentamento à crise migratória

Durante a reunião, os Ministro deram retorno sobre as demandas apresentadas na reunião realizada no dia 8 deste mês. Entre as novidades está a possibilidade de reforço da estrutura de segurança, com o deslocamento de 32 agentes da Força Nacional para o Estado. Eles viriam com veículos e equipamentos próprios.

 

Também há o compromisso de intensificar a presença do Estado, fortalecendo as ações de fiscalização na área de fronteira, com a implantação de um posto de triagem.

 

“Essa matéria já vem sendo debatida a muito tempo pelo Governo Federal. Quando se fala de interiorização, queremos diversificar a entrada no país. Aqui penso na questão territorial, mas também na questão humanitária. Vamos construir uma ação federal integrada com Roraima para solucionar esse problema que aflige o Estado e o Brasil. Para tanto, vamos editar uma Medida Provisória que tratará desse assunto e quero dizer a todos que não faltarão recursos para solucionar a questão dos venezuelanos, ou seja o aspecto humanitário, mas também a solução para o Estado de Roraima”, disse o presidente.

 

O Ministério da Defesa vai criar uma coordenação humanitária comandada pelas Forças Armadas, a instalação de Hospital de Campanha em Pacaraima e o reforço da segurança na fronteira. Também será criada uma força-tarefa para apoio logístico ao Estado.

Enviar comentário:



acompanhe o senador