Os 10 anos da Lei Maria da Penha devem ser comemorados reforçando as ações em defesa da mulher e proteção contra a violência. Respeito e dignidade para todas.

Cumprimos a promessa e aprovamos o PLC 38 que iguala a remuneração de bombeiros e militares do ex-território de RR com o Governo do DF. Uma grande conquista

Tv Rádio Jornais
Pronunciamentos Matérias Relatadas Projetos Currículo
Notícia
Aumentar tamanho fonte Diminuir tamanho da fonte
16/05/2018

Mosca da Carambola é erradicada da Vila Martins Pereira

Foto: Tiago Orihuela
Mosca da Carambola é erradicada da Vila Martins Pereira

Com a nova resolução do Ministério da Agricultura, mais produtores de Roraima poderão exportar frutas, aquecendo a economia dos municípios.

 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), publicou nesta quarta-feira (16), a Resolução no. 3 que trata sobre a zona de quarentena para controle da Mosca da Carambola em Roraima. O documento traz algumas novidades importantes para o estado, como a erradicação da praga na Vila Martins Pereira, no município de Rorainópolis. 

 

Com essa determinação, os produtores da região também poderão exportar frutas para outros mercados consumidores. A informação foi repassada pelo senador Romero Jucá (MDB) que desde 2013, vem atuando junto ao Governo Federal para incluir ações estratégicas de controle de pragas da agricultura em Roraima.

 

“Depois do trabalho feito pelo Ministério da Agricultura, a Vila Martins Pereira foi reconhecida como livre da Mosca da Carambola. É muito importante esse dado, porque indica que nossa produção poderá ser exportada para todo o Brasil e para o mundo. Destaco também o trabalho da equipe da ADERR (Agência de Defesa Agropecuária) que tem feito a fiscalização nas estradas para evitar a proliferação da praga em nossos municípios. Vou continuar apoiando a produção de Roraima para que tenhamos um estado produtor, distribuindo renda para nossa população”, disse o senador.

 

Base da economia de Rorainópolis, a agricultura gera renda para centenas de famílias. O município produz uma grande variedade de frutas, a maioria comercializada em Boa Vista e também em cidades do estado vizinho, o Amazonas, facilitado pela proximidade geográfica e o acesso via BR-174.

 

Conforme dados de IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) em 2016, Rorainópolis registrou a produção de aproximadamente 6,7 mil toneladas de laranja, 2,4 mil toneladas de banana, 1,6 mil toneladas de limão, 920 toneladas de melancia, 90 toneladas de abacaxi, 30 toneladas de mamão e 340 de maracujá.

 

Ações de controle – O trabalho de controle da Mosca da Carambola continua em Roraima e a estratégia de bloqueio foi pactuada entre a Superintendência do Ministério da Agricultura em Roraima e a ADERR.

 

No acordo, os técnicos da ADERR irão fazer o monitoramento e bloqueio nas áreas de Boa Vista e Mucajaí, mantendo também as barreiras sanitárias nas rodovias federais. A equipe do MAPA assumiu a responsabilidade pelo restante do estado. “O esforço é mantido para que não haja a manifestação da praga nos municípios que já saíram da zona de quarentena. Agora, o MAPA será o principal responsável por esse trabalho, disponibilizando nossa estrutura para orientar nossos produtores”, explicou o Superintendente Federal da Agricultura em Roraima, Plácido Alves.


Os municípios de Normandia, Uiramutã, Pacaraima e Amajari continuam sob quarentena. O mesmo acontece com a reserva Indígena São Marcos e o norte de Bonfim, na área fronteiriça. Conforme a resolução, os demais municípios são considerados área sem ocorrência da praga.

Enviar comentário:



acompanhe o senador