Os 10 anos da Lei Maria da Penha devem ser comemorados reforçando as ações em defesa da mulher e proteção contra a violência. Respeito e dignidade para todas.

Cumprimos a promessa e aprovamos o PLC 38 que iguala a remuneração de bombeiros e militares do ex-território de RR com o Governo do DF. Uma grande conquista

Tv Rádio Jornais
Pronunciamentos Matérias Relatadas Projetos Currículo
Notícia
Aumentar tamanho fonte Diminuir tamanho da fonte
24/04/2017

Energia- Presidente Temer assina decreto que garante continuidade na obra do Linhão de Tucuruí entre Amazonas- Roraima

O presidente Michel Temer assinou nesta quarta-feira, dia 26, o decreto que dá continuidade para a obra do Linhão de Tucuruí, que interligará Roraima ao Sistema Interligado Nacional (SIM) a partir de Manaus (AM).  Com a publicação da medida no Diário Oficial da União (D.O.), a Eletronorte assume a construção do Linhão, com um aporte financeiro de R$ 26,888 milhões, dotação prevista no Orçamento de Investimentos do exercício de 2017, aprovado pela Lei 13.414 de 10 de janeiro deste ano.

 
 “Hoje é mais um dia de vitória para Roraima. O decreto transfere recursos para que a Eletronorte execute a obra da linha de transmissão de Manaus até Boa Vista, trazendo a energia de Tucuruí. Essa determinação define um prazo muito importante para o Estado porque, em vez de outro leilão a ser realizado, a execução será feita diretamente pelo governo federal. Prazo muito mais curto para trazer energia de qualidade, barata e eficiente, o que é fundamental para o futuro e para o nosso desenvolvimento”, afirmou o senador Romero Jucá (PMDB-RR), que esteve hoje com o presidente Michel Temer em solenidade com a bancada federal do Estado.
 
No mês passado (março), o   presidente Temer, durante a reunião, acatou a sugestão do senador Romero Jucá em relação a continuação da obra do Linhão. Ficou acertado que o governo entregaria a Eletronorte a parte da empresa privada Alupar, ( 51%), já que a mesma não tem mais interesse comercial na obra. A estatal brasileira já possui 49% do consórcio Transporte Energia S.A ( TNE). Também ficou acertado que vai se agilizar junto ao Ministério da Justiça uma solução nos próximos dias para os empecilhos colocados pela Funai na passagem da linha de energia pela reserva indígena Waimori-Atroari, com o devido licenciamento ambiental. 
 
Enviar comentário:



acompanhe o senador